Siga-nos

TV

Sem Prior, Babu brilha e ganha chance que vida não deu: a de ser protagonista

Como único homem do BBB, Alexandre Santana conseguiu a atenção das mulheres que o repeliam. Sem Prior, agora é dele o papel principal

Babu: o rei do BBB (Foto: Reprodução)

O último abraço de Babu com Prior foi certamente o menos caloroso dentre eles. O eliminado do último paredão sentia a raiva da eliminação precoce entendendo que faltou a ele não só diplomacia, mas compostura e calma. Do jogo se despedia alguém que denotava já um descontrole mental. Felipe já era outro depois do programa, livre das paredes daquela casa. Consciente, viu que o amigo não teve culpa alguma em sua eliminação.

Babu sentiu e foi naquele canto em que os dois mais estavam para se proteger: o do Big Fone. Naquele momento, não era só o abraço que lhe faltava: era a certeza da solidão, muito embora Rafa e Thelma tenham se prontificado em acolhê-lo. Numa conta simples e matemática, o jogo passou a ser 9 contra 1.

Até ser o um, Babu foi perdendo a quem se aliou. Em pouco mais de dois meses, o homem mais experiente da casa precisou procurar um lugar onde pudesse se encontrar. A psicologia aponta que Babu seria o cara a melhor lidar com a solidão e entender que não é um problema estar sem ninguém ao lado. Mas BBB não tem sido muito diferente de sua vida: Alexandre Santana, preto (negro, não!), pobre e gordo se viu inúmeras vezes na situação de ter se adaptar ao meio para ser aceito. Diante das câmeras, ali estava alguém que era a escada dos atores principais, o relegado da turma, o monstro que dá medo.

Babu encontrou em Prior a cara-metade que não tem. Mas era o que tinha. O mundo de isolamento aqui fora aprendeu a amar aquela dupla isolada porque ali havia a cabeça pensante e o coadjuvante moderado. Só que a cabeça, que na verdade não pensava tanto, pifou. O parceiro de jornada passou a agir como o pai de duas filhas para salvar, na ponta final, o homem Prior. Horas antes da eliminação, depois da quarta ou quinta discussão, Babu acabou entregando os pontos da boca pra fora: ele jamais deixaria Felipe às sombras. Felipe morreu no jogo porque, além de tudo, não soube tratar bem quem lhe deu luz.

Ali sozinho, Babu chorou mais uma derrota na vida.

O dia seguinte veio. A ‘Carta ao Prior’ é a expressão máxima de seu caráter e de quem se acostumou a carregar um sentimento de culpa e incômodo sem o ter.

Eis que durante a tarde, na cozinha VIP, surgiu Babu com grande parte das mulheres em torno da mesa redonda. Alexandre discursou sobre a história dos pretos (não negros!), citou Martin Luther King e Muhammad Ali, explicou a origem da palavra negro e por que não devemos usá-la para definir os pretos.

“Negro vem de ‘Nigrum’, que é inimigo. No dicionário, é ‘o que não remete luz, funesto, sinistro. Não tem nada positivo.’

Demorou mais de dois meses para aquelas meninas, em grande parte racistas, segregadoras, esnobes, arrogantes, todas elas brancas, brancas de vida que jamais Babu teve, olharem em seu olho. Demorou mais de dois meses para que vissem quem é Babu e o que ele carrega e do que ele é feito, de sua luz e de sua generosidade. Vieram os aplausos.

A realidade é que Babu, 40 anos, tinha medo de ficar sozinho. Mas Babu PRECISAVA ficar sozinho. Se ali dentro as convicções são a única certeza, a bagagem da vida trouxe a garantia da adaptação rápida ao momento, como um camaleão e seu mimetismo. O palco estava pronto e o holofote foi aceso. A vida severina nunca lhe deu a oportunidade de ser protagonista. Sem ninguém em quem se apoiar, Babu brilhou. O paizão começou a dar aula. Monstro não dá aula. Dar aula não dá medo. Qualquer coisa além disso é o que a gente sabe muito bem o que já rolou: racismo.

O BBB agora tem as mesmas mulheres que julgam saber tudo e estarem acima dos outros e um homem alçado ao papel principal diferente daquele que ocupava este posto. Está nas mãos do ator e do homem o destino do programa. O mundo aguarda a final para o pano cair e virem os aplausos.  

Assine nossa newsletter

1 Comment

1 Comment

  1. Luis Fernando Silva

    01/04/2020 at 22:05

    Excelente. Babu protagonista.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

“A raça é um elemento de naturalização da morte do outro”, diz Silvio Almeida no Roda Viva

Política

GloboNews faz mea culpa após discutir racismo apenas com pessoas brancas

TV

Babu na Globo é o mérito do ator, não do ex-BBB

TV

Aos haters e à campeã, Thelma Assis

TV

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter