Siga-nos

TV

BBB mostra como interpretação de texto deveria ser aula obrigatória nas escolas

Tal como no país, no BBB é a minoria que sabe interpretar o que é apresentado – mesmo que jogado na cara. Prior e Babu sabem – o resto, aparentemente não…

Você sabia que apenas 8% dos brasileiros têm plenas condições de interpretar textos corretamente? Pois bem: assim, foi fácil não ficar surpreso com a falta de entendimento de quase toda a casa do Big Brother Brasil após o texto lido por Tiago Leifert antes da eliminação de Daniel, na última terça-feira (24). Já é quinta, dia de um novo líder ser escolhido, e as palavras de Leifert ainda não foram totalmente compreendidas pelos trancafiados.

Vamos por trechos: “Como eu sempre falo, todo ano, terça-feira é choque de realidade. A terça-feira vem e manda um recadinho para vocês”. Fácil de entender: os resultados de terça entregam a leitura de FORA da casa. Mas, mesmo ouvindo dentro, as meninas se juntaram após a saída de Daniel e…

“Pode ser que seja fake. Pode ser que não seja verdade.”

Continuando: “Imagina que você é um cientista. Você tem uma hipótese. E toda terça-feira você recebe resultados de experimentos. Aí você olha lá e fala assim: ‘hum, esse resultado aqui comprova minha tese. Então vou gostar dele, vou acreditar nele'”. Leifert deixou claro para as ‘fadas sensatas’: não é porque você gosta, que é verdade.

São abertas duas interpretações: uma que as ‘fadas’ vão gostar, que é a de que o Brasil está contra os homens, já que Pyong e Daniel saíram. Outras, que elas não vão gostar, que é a de que saíram os homens que estavam ao lado delas. Adivinha qual elas escolheram?

Leifert seguiu: “‘Ah, esse resultado aqui contraria tudo que eu penso. Então vou jogar fora. Vou falar que o paredão é falso, vou falar qualquer outra coisa. Mas vou simplesmente ignorar'”. Gizelly, assumidamente, prefere viver na ilusão. Palavras dela:

Teve mais: “No BBB, talvez, seja melhor ter dúvida do que ter certeza. Um grande jogador que passou por aí tinha uma tese muito boa: quando tem pesquisa de opinião, aqui no mundo real, o instituto de pesquisa não entrevista os 200 milhões de brasileiros. Pega uma amostra e tira o resultado, com margem de erro”. Quem segue sobrevivendo após ir várias e várias vezes passar pelo crivo do público? A dupla favorita:

Seguimos: “Mas se todo mundo dentro da casa está pensando a mesma coisa, enxergando a mesma coisa, é óbvio que fora todo mudo deve estar vendo a mesma coisa também. Porque não é possível que as 12 pessoas aí dentro tenham a mesma opinião, falem a mesma coisa, concordem com tudo. E que aqui fora não estejam concordando. Simplesmente não dá. E ficou claríssimo para nós que vocês tem a mesma opinião sobre o paredão. Ele é óbvio para vocês. E é óbvio para nós também”. Sim: aqui fora, ninguém suporta Daniel. Era óbvio. Mas Flay já interpretou que é porque ela, na verdade, é a favorita.

Prior e Babu seguem interpretando o jogo certo. Um torce para o outro porque sabem que seguir unidos é como derrotarão um por um do outro bloco nos paredões. Eles sabem que ninguém derrota tanta gente oposta sem ganhar força. Leitura. Alguém precisa saber interpretar, mesmo que só 8%… Alô escolas, aula de interpretação, já!

Assine nossa newsletter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

Transmissões de clubes escancaram importância do jornalismo esportivo

Esportes

De Férias Com o Ex: Brasil – s06e04: Quebrando o padrãozinho

TV

De Férias Com o Ex: Brasil – s06e03: Finalmente, barraco

TV

De Férias Com o Ex: Brasil – s06e01: “Já quero ficar pelada”

TV

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter