Siga-nos

Ciência

Fóssil descoberto no Canadá é o ‘elo perdido’ na evolução da mão humana

O peixe ancestral possuía barbatanas articuladas que deram origem aos nossos membros superiores

Descoberta de fóssil de peixe revela detalhes da evolução dos dedos e da mão dos tetrópodes, que incluem os humanos
Descoberta de fóssil de peixe revela detalhes da evolução dos dedos e da mão dos tetrópodes, que incluem os humanos (Foto: YouTube/Flinders Univerity/Reprodução)

Cientistas da Universidade de Flinders, na Austrália, em parceria com colegas da Universidade de Quebec em Rimouski, no Canadá, descobriram o que pode ser o elo evolutivo que faltava na transição dos peixes para os tetrápodes – vertebrados com quatro membros, incluindo os humanos.

O fóssil é de uma espécie antiga de peixe chamada Elpistostege, e foi descoberta em Miguasha, no Canadá.

Segundo os pesquisadores, em artigo publicado no dia 18 de março na renomada revista científica Nature, a descoberta ajuda a entender como a mão humana evoluiu das barbatanas dos peixes.

Ilustração mostra como deveria ser o Elpistostege há cerca de 390 milhões de anos (Foto: Katrina Kenny/Flinders University/Divulgação)

Evolução dos membros

Esses animais aquáticos começaram a migrar para a terra durante o período devoniano tardio, há cerca de 390 milhões de anos.

O fóssil encontrado no Canadá tem 1,57 m de comprimento e mostra pela primeira vez um esqueleto completo da barbatana peitoral. A equipe usou tomografias computadorizadas de alta energia para examinar a estrutura do antigo animal.

Os exames revelaram a presença dos ossos humor, raio e ulna. A equipe também encontrou fileiras de carpo (punho) e falanges (dedos).

“É a primeira vez que há uma descoberta inequívoca de barbatanas semelhantes a dedos com aumento de nadadeira em todas as espécies já conhecidas de peixe”, afirmam os pesquisadores no artigo recém-publicado.

Abaixo, um vídeo da Universidade de Flinders mostrando o Elpistostege em seu hábitat:

Mãos ancestrais

Ainda conforme os cientistas, os dedos articulados na barbatana são como os ossos das mãos da maioria dos animais.

Ou seja, o achado associa a origem dos dedos dos vertebrados aos peixes e que o padrão para o surgimento da mão se deu pela primeira vez ainda na fase aquática.

“Embora o esqueleto completo do Elpistostege seja uma prova muito convincente, podemos encontrar ainda o verdadeiro ‘fóssil de transição’, correspondendo ao intermediário entre peixes e tetrápodes”, comentam os pesquisadores no artigo.

Assine nossa newsletter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter