Siga-nos

Séries

‘Drive to Survive 2’ – s02e04: Dark Days

Haja sorte: na única corrida ruim da Mercedes em muito tempo na F1, a Netflix estava lá para produzir um episódio focado no time alemão

Com a volta de ‘Drive to Survive’ para sua segunda temporada, lançada em 28 de fevereiro, o Ultra POP faz o review de cada um dos episódios.  No quarto, a Mercedes estreia na série, após ausência na temporada inaugural. E, curiosamente, o capítulo é focado no único dia ruim da equipe em 2019.

Review do episódio 1
Review do episódio 2
Review do episódio 3

Nota: ⭐⭐⭐⭐

Tema central:  a Mercedes não abriu suas portas para a primeira temporada de ‘Drive to Survive’. E, na segunda, quando apareceu, o fez com drama. O episódio é focado no GP da Alemanha, casa da equipe, mas também única etapa de 2019 em que ela não pontuou (ao menos segundo o episódio, já que, na verdade, com punições aos carros da Alfa Romeo, Lewis Hamilton pulou de 11° para 9°). Se a série é voltada para o público que não acompanha a categoria de perto, é capaz deste acreditar que a Mercedes não dominou a F1 de forma avassaladora em 2019 – o que pode ser bom, na verdade… Acreditar que há uma disputa mais apertada do que a realidade por atrair muita gente.

O vencedor: Lewis Hamilton em HD. O homem é bonito até com seus detalhes expostos nas câmeras mais potentes do mundo. Parabéns. Além disso, seus momentos mais humanos, como pedindo desculpas em reunião da equipe, contam muitos pontos.

O perdedor: Valtteri Bottas. Coitado. Na pista já é difícil. Aí, na telinha, só aparece falando que dói não ganhar de Hamilton e batendo na prova em casa, quando era única esperança de pódio. Além disso, a batida é mostrada com foco em seus olhos arregalados atrás do capacete. Difícil.

Grande edição: Will Buxton, jornalista da F1 que só aparece para falar obviedades (para que o novo público entenda melhor as coisas básicas, tudo bem), cita em determinado momento que a Mercedes pode sofrer após o falecimento de Niki Lauda, então presidente não-executivo da equipe. Vem um corte e a imagem seguinte é a apresentação do GP da Alemanha. como dito, e o único da temporada com qualquer drama para a Mercedes – mas a edição faz parecer que o ano todo foi assim.

Melhor cena: a homenagem a Niki Lauda abre bem o episódio. Depois, as reuniões com Hamilton humanizam ainda mais um grande piloto, mas que muita gente não sabe como é na “vida real”. As duas merecem.

Assine nossa newsletter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

Street Food América Latina ‘dá gatilho’ e escancara a nossa saudade da rua

Séries

“O crush perfeito” – Solteiros e solteiras só pensam naquilo: signo

Entretenimento

Quem é o favorito a assumir a vaga de Vettel na Ferrari

Esportes

Senna foi campeão contra tudo e contra todos na F1? É mentira

Esportes

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter