Siga-nos

Séries

‘Brincando com Fogo’ é uma série que você precisa ver

Gente muito gata, um lugar muito lindo e um enorme ‘plot twist’

A Netflix surpreendeu seus fãs com um lançamento improvável em uma época improvável. O formato americano ‘Too Hot To Handle’ recebeu legendas e dublagens para se propagar mundo afora com um verdadeiro fenômeno do sistema de streaming.

Confinando 12 ‘swipers’, pessoas irritantemente bonitas e com afeição pelo sexo e pela pegação descompromissada, em uma casa paradisíaca com comida e bebida ao pecado, imagina-se todos os roteiros possíveis, mas a série traz justamente o improvável e inédito.

E quando falamos em paradisíaco e irritantemente bonitos, levem-nos a sério. Não se calcula o Darwinismo envolvido nessa escolha de elenco. O local, de cara para o mar da Califórnia e suas águas azuis acompanhadas das tão azuis, mas doce, das piscinas, é um evento particular. Daria para contemplar a paisagem por horas.

Em pouco mais de algumas horas reunidos e regados por bebidas, os 12 logo preparam os esquemas da noite que cairia e promovem ‘coisas’ que vocês verão na televisão -e não aqui. No auge da empolgação, surge um cone branco nada simpático que? que fala. Uma assistente virtual que traz o diálogo do caos.

Eles descobrem, enfim, que o confinamento é uma luta por 100 mil dólares, MAS a condição para tê-los é: sem sexo, sem beijo, sem masturbação ou mãos bobas. Caso a determinação seja descumprida, a grana se esvai. A proposta de ‘criar laços emocionais verdadeiros’ cai feito uma bomba entre a turminha dos bonitos e safados.

Curiosidade

A inspiração de ‘Too Hot To Handle’ é um episódio de ‘The Seinfeld’, no qual George, Elaine, Jerry e Kramer fazem uma aposta sobre quem ficaria mais tempo sem se masturbar e seria capaz de sobreviver às várias oportunidade e tentações de se envolver com alguém e descumprir o acordo.

A diretora da séria comentou à Vanity Fair que também quis demonstrar a realidade de pessoas viciadas em aplicativos de encontro e que se habituaram a terem relações perenes e sem qualquer envolvimento afetivo e emocional.

Quer saber como tudo isso se concretiza? Veja vários saborosos episódios de uma temporada que realmente a jornada proposta, mas que te trará uma experiência bem divertida. Não hesite, ‘Brincando com fogo’ vai esquentar sua quarentena.

Assine nossa newsletter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

Final de ‘Resgate’ é medroso e nada convincente

Cinema

Ryan Murphy faz de ‘Hollywood’ sua melhor série sobre minorias desde ‘Glee’

TV

‘The Last Dance’ e01: aprenda a odiar os dirigentes do seu time

Esportes

‘The Last Dance’ e01 e e02: Michael Jordan é ‘Deus disfarçado’

Séries

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter