Siga-nos

Saúde e Bem-Estar

Problemas gastrointestinais podem ser primeiro sinal da Covid-19

Cientistas chineses afirmam que sintomas como diarreia e vômito surgiram em pacientes com o novo coronavírus antes da tosse e da falta de ar

Estudo publicado em março aponta sintomas gastrointestinais como os primeiros a aparecer em pacientes com a Covid-19
Estudo publicado em março aponta sintomas gastrointestinais como os primeiros a aparecer em pacientes com a Covid-19 (Foto: Pixabay)

Diarreia e outros problemas gastrointestinais podem ser os primeiros sinais da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Essa informação consta de um estudo publicado no dia 20 de março no periódico científico The American Journal of Gastroenterology.

A pesquisa, conduzida por cientistas de várias universidades da China, analisou dados de 204 pacientes com coronavírus na província chinesa de Hubei, onde está localizada a cidade de Wuhan, epicentro do surto.

Dos 204 pacientes, 99 deles – cerca de 48,5% – chegaram ao centro de saúde “com um ou mais sintomas digestivos como principal queixa”, incluindo diarreia, vômito e dor abdominal, segundo informam os pesquisadores no artigo.

“Desses 99 pacientes, 92 desenvolveram sintomas respiratórios concomitantemente com problemas digestivos e sete apresentaram apenas sintomas gastrointestinais na ausência de sintomas respiratórios”, revelam os cientistas chineses.

Entre os 105 doentes que não apresentaram problemas digestivos, 85 tiveram apenas sintomas respiratórios e 20 não estavam com nenhuma queixa principal.

Problemas gastrointestinais agravados

Apesar de os sintomas digestivos poderem ser o primeiro sinal de doença, de acordo com o estudo, os pacientes que os relataram ficaram mais gravemente doentes do que aqueles que não o fizeram.

“Além disso, à medida que a gravidade da doença aumentava, os problemas gastrointestinais se tornavam mais pronunciados. Pacientes sem sintomas digestivos eram mais propensos a curar e receber alta”, afirmam os autores.

A pesquisa diz ainda que 60% dos doentes que não apresentaram problemas gastrointestinais se recuperaram mais rapidamente e receberam alta, em comparação com aproximadamente 34% daqueles com sintomas digestivos.

Característica da Covid-19

Os cientistas chineses lembram que ainda são necessários mais estudos para avaliar “a prevalência, incidência, preditores e resultados de sintomas digestivos na pandemia”.

“Enquanto isso, os médicos devem ter em mente que problemas gastrointestinais, como diarreia, podem ser uma característica da Covid-19, que surge antes dos sintomas respiratórios e, em raras ocasiões, são o único sintoma da doença”, alertam os pesquisadores no artigo recém-publicado.

As descobertas se deram depois que cientistas chineses descobriram em fevereiro que o novo vírus pode ser transmitido por meio do trato digestivo, especificamente por via fecal-oral, além de gotículas respiratórias.

Além disso, foram encontrados materiais genéticos do novo coronavírus em amostras de fezes de alguns pacientes.

Assine nossa newsletter

1 Comment

1 Comment

  1. Augusto Limeira

    21/03/2020 at 14:51

    Nossa, quem comer algo estragado ou tiver doença de Crohn está lascado

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Pesquisa que coloca Boulos em terceiro lugar na corrida pela prefeitura de São Paulo não tem registro no TRE

Política

Marcão Marcão

Jornalista sugere campo de concentração para infectados pelo coronavírus. SBT acerta e o suspende

TV

O que a pandemia do novo coronavírus pode significar pra direita brasileira?

Política

Nikon libera videoaulas de fotografia grátis em abril

Digital

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter