Siga-nos

Política

Por que #Drauzio2022 é uma insanidade?

Não troque um doutor na sociedade civil por um qualquer na política

Com colaboração de Thiago Ferreira

Drauzio Varella é um dos poucos brasileiros dignos da palavra doutor antes do nome. Menos por ser formado em medicina e mais pela importância que a palavra tem no país. Além do garçom que te entrega a gelada na sexta-feira, ele é um Doutor com D maiúsculo.

Além de ter feito um trabalho exemplar na penitenciária do Carandiru por décadas, ele tem o raro dom da comunicação. Combinando um rosto confiável, uma elegância na voz e nos posicionamentos e uma coerência nas opiniões, ele é, como se diz na internet: um cristal sem defeitos.

Inclusive, aqui nesse site, Drauzio está concorrendo com o ‘bafônico’ Milton Cunha o posto de melhor brasileiro de todos os tempos. Vota lá.

Mas se você chegou até aqui pelo título desse texto já sabe que a rasgação de seda vai acabar. Esse texto tem como objetivo te tirar da cabeça a insana ideia de Drauzio presidente em 2022. Pelo nosso bem e pelo bem do nosso Doutor.

A lógica das redes sociais não funciona na realpolitik

A hashtag #Drauzio2022 vem rolando há semanas, desde a circulação de mais um texto do médico defendendo o SUS e um vídeo com dicas de saúde no carnaval, mas ganhou força no último domingo (1) após uma matéria em que Drauzio abordava a vida das mulheres trans na prisão, com quem faz um trabalho social desde que atuava no Carandiru. Ao final de um dos depoimentos, Dráuzio deu um abraço em uma dessas mulheres que não recebia visitas há oito anos.

Acontece que as paixões e humores das redes sociais não são um bom termômetro para a escolha de um líder político. Política é tomar partido, decisões que afetam a vida das pessoas. Decisões que melhoram a vida de uns e pioram a dos outros.

O que vai acontecer com o “nunca errou” quando estiver, por exemplo, em uma reunião com deputados e senadores? O que o cristal sem defeitos vai fazer quando tiver que negociar cargos para os aliados? Um político eleito por uma parcela da população tem interesses e não vai negociar com ninguém “sem defeitos”.

“Nós vivemos procurando por um salvador da pátria. Esse é o drama do país. A gente se decepciona com um e corre atrás de outro que seja o oposto. Vamos ficar assim até quando?”, ponderou o próprio médico em entrevista à Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

O que Drauzio pensa?

Sabemos que Varella é uma pessoa progressista. Seu trabalho com presidiários, com pessoas trans e sua defesa do Sistema Único de Saúde mostram isso. Mas o que mais? Por exemplo, ele é a favor da recriação da CPMF para subsidiar a saúde pública no país? No governo, ele e sua equipe comprariam essa briga ou pensaria em uma outra saída pro SUS? Qual?

Indo mais longe, qual seria a política para o combate ao desemprego? O que ele pensa sobre a precarização do trabalho por meio de aplicativos como Uber e Ifood? Em meio ao cenário em que a justiça vem sendo partidarizada, qual a opinião de Drauzio sobre a Lava-Jato? É contra ou a favor da PEC do Teto de Gastos? E privatizações?

Drauzio está muito próximo ao que poderíamos considerar como uma das fadas sensatas buscadas pela internet, em tempos de projeção de pessoas sem falhas. Mas essa idealização basta para ser o desafiante de Bolsonaro ao Palácio do Planalto? Longe de nós cancelar um dos melhores brasileiros de todos os tempos, mas um bom rosto não vai longe sem um projeto que inclua e engaje.

Assine nossa newsletter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

Pesquisa que coloca Boulos em terceiro lugar na corrida pela prefeitura de São Paulo não tem registro no TRE

Política

Cidadã da diversidade, Leci Brandão desabafa: “O Brasil é o campeão mundial do preconceito”

Música

Anitta faz feat com Gabriela Prioli em live sobre política

Política

Quem é o maior brasileiro dos nossos tempos?

TV

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter