Siga-nos

Política

Avanço da covid-19 ameaça realização do carnaval de Salvador

ACM Neto e Rui Costa, prefeito de Salvador e governador da Bahia, alertaram para possibilidade de cancelamento da festa

Saulo puxa trio saindo do Farol da Barra (Foto: Salvador Meu Carnaval/Prefeitura)

O avanço da covid-19 pelo país fez acender o alerta sobre a realização do carnaval de Salvador em 2021. O alarme foi soado pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT). Os dois deram entrevistas a veículos regionais ontem (30) e hoje (01) dizendo que, sem uma vacina, a folia momesca está ameaçada.

Esse texto é uma recomendação para aqueles que são apaixonados pelo carnaval se preparem, desde já, para essa possibilidade. E não se restringe aos soteropolitanos. Tanto ACM Neto quanto Rui Costa salientaram que preferem tratar do presente, mas que a possibilidade de contágio e novas ondas de contaminação são elementos a ser considerados para qualquer decisão sobre a principal festa da capital baiana.

Sem uma vacina, qualquer tipo de aglomeração no estado está suspenso. Os festejos juninos de Santo Antônio, São João e São Pedro, que movimentam a economia de diversos municípios do interior baiano, foram cancelados pelo governador. Rui Costa explicou que a restrição envolve desde essas festas até “casamentos para 400 convidados”. Um casamento – de Marcella Minelli, irmã da influencer Gabriela Pugliesi – foi o primeiro foco da doença no estado.

A melhor previsão de uma vacina chegar ao mercado é da Pfizer, indústria farmacêutica que obteve autorização para testes na Alemanha e nos Estados Unidos. Se eles funcionarem, uma vacina começaria a ser produzida em dezembro. Até chegar ao mercado brasileiro algumas etapas, como a concorrência internacional de países mais ricos, precisam ser superadas.

Assistimos, recentemente, a uma disputa em torno da compra de respiradores. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), teve que estabelecer uma logística de transporte vindo pela Etiópia para que respiradores comprados por aquele estado não fossem retidos nem pelos Estados Unidos nem pelo Governo Federal.

Combate à covid-19 no Nordeste

Apesar dos veículos de comunicação do Sudeste e do Sul destacarem as ações em relação à pandemia de governantes dessas regiões, como o governador de São Paulo, João Dória (PSDB). Tucano que, desde agora, é cotado para a eleição presidencial de 2022. Vêm do Nordeste as melhores iniciativas de enfrentamento à pandemia.

Rui Costa e ACM Neto são bons exemplos de governantes de partidos diferentes e adversários que, nesse momento de desafio sanitário, têm apontado para uma mesma direção: isolamento social e a saúde das pessoas antes de pressões econômicas. Diálogo reforçado ainda pela criação do Comitê Científico do Consórcio Nordeste, coordenado pelo neurocientista Miguel Nicolelis. A região, diferentemente do Planalto, resolveu basear suas decisões seguindo as recomendações de especialistas na área de saúde e cientistas.

Assine nossa newsletter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

De formas distintas, Folha, Globo News, Estadão e CNN colaboram com a despolitização no Brasil

Imprensa

Bolsonaro, o covid-19 e a caixa de empatia

Política

Policial e antifa, Wagner Vidal dirige grupo seguido por mais de 117 mil pessoas no Instagram

Política

2 de Julho: a Bahia celebra a Independência popular, cabocla e negra do Brasil

Política

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter