Siga-nos

Esportes

Controversa e genial, Maria Sharapova pendura as raquetes

Maria Sharapova, de glória e pó, diz adeus ao tênis.

Maria nunca foi o exemplo do herói. Não teve a trajetória ideal, nem a mais brilhante. Muito longe de ser a mais correta, mas certamente é das mais intensas, impressionantes e fascinantes que o tênis já viu acontecer. Russa, corpo de modelo, cabelos loiros e perfil pouco adequado ao esportes das ágeis, mas com a genialidade de raríssimas.

Dos gritos inconfundíveis que ganharam de Serena Willians, no palco sagrado de Wimbledon, a menina de 17 anos chocou o planeta e deu vida à lenda. Foi na gramada ungida de Londres que ela surgiu, efetivamente, pro mundo das raquetes. De trajetória meteórica para bater uma já imbatível rival. Quem poderia prever aquele furacão? Maria chegou como uma estrela cadente.

Desde lá, imparável. Ganhou tudo, campeã nos quatro pisos divinos do tênis mundial, beijou a prata olímpica, combateu Serena Willians, fez fãs pelo mundo todo. Deixou uma estrada a se seguir. Da mulher bonita que era melhor ainda no que fazia. Que venceu por competência, que quebrou paradigmas e que foi um pouco do mais puro imprevisível da vida. Maria não foi uma passagem. Foi legado.

Foi doping, também. Foi contusão. Foram falhas, pitis, foram crises de nervo, foi inconstância, foi birra desnecessária, foi genial, a melhor do mundo. Foi vencida por sua própria trajetória não linear. De sucesso rápido para o abandono repentino, aos 32 anos, às sombras, sem alarde e sem muito sucesso recente. É a pura feição do que foi a carreira da única Maria Sharapova.

Antes de sair de cena, ela deixou um vídeo e as seguintes palavras:

“Como você deixa para trás a única vida que você já conheceu? Como você se afasta das quadras em que treinou desde pequena, o jogo que você ama – um jogo que lhe trouxe lágrimas e alegrias incontáveis – um esporte em que você encontrou uma família, junto com fãs que se uniram por mais de 28 anos? Eu sou nova nisso, então por favor me perdoe. Tênis – estou me despedindo” – escreveu à Vanity.

Assine nossa newsletter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter