Siga-nos

Entretenimento

Em edição histórica, ‘Jornal da Globo’ desmonta pronunciamento de Bolsonaro

Jornal de Renata Lo Prete atacou ponto a ponto todas as incongruências e destemperos do presidente

Apresentadora do JG abriu a edição do jornal contraponto o discurso de Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Se faltou tempo para o ‘Jornal Nacional’ repercutir o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro nesta terça (24), o ‘Jornal da Globo’ não economizou nas críticas. O telejornal apresentado por Renata Lo Prete abriu a edição e logo se propôs a desmontar o discurso do presidente, feito às 20h30 (de Brasília), ponto a ponto.

A jornalista disse que o público ficou “perplexo” com o discurso do presidente e chamou o repórter Fernando Rêgo Barros para apresentar todos os contrapontos.

A fala inicial foi a do secretário-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, sobre o perigo do novo coronavírus, que está longe de ser uma “gripezinha”, como tornou a insinuar Bolsonaro.

Logo depois, o alvo foram as críticas do presidente à imprensa, que chegou a ‘parabenizar’ a Globo de forma indireta por, no dia anterior, William Bonner e Renata Vasconcellos terem pedido calma à população na abertura do ‘JN’. Mas na sequência, Bolsonaro tornou ao tom beligerante, atacando a mídia por estar causando “histeria”. O ‘JG’ então usou uma fala do secretário do ministro da Saúde, João Gabbardo dos Reis, no final de semana, elogiando a cobertura da imprensa na pandemia.

O jornal, ainda, tratou de explicar que a decisão do presidente em minimizar a pandemia e, novamente, ir contra as determinações da OMS, e que estão seguidas pelo mundo todo, vão de encontro com que tem falado o ministério da Saúde.

As respostas ao pronunciamento do presidente vieram na forma de tweets dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre; do ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, e de governadores como Flávio Dino, do Maranhão, Wellington Dias, do Piauí e Wilson Witzel, do Rio de Janeiro.

O jornal deixou até mesmo a qualidade de lado ao usar vídeos gravados pelo celular e na vertical feitos por especialistas que acusaram o presidente de desrespeitar a população.

Até mesmo o comentarista de economia Carlos Alberto Sardenberg explicou que, por mais que os governos estaduais e prefeituras tenham boa vontade no combate ao vírus, quem tem dinheiro para colocar isso em prática é o governo federal. No fim, ainda teve uma espaço para vídeos do panelaço contra o presidente, que ocorreram em diversas cidades nessa noite.

A Globo deu mais uma volta no parafuso da oposição ao governo.

Assine nossa newsletter

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas

Publicidade
Trending Now
Publicidade

Relacionados

Fenômenos da internet, Globo deveria olhar para Negão da BL e sua mãe para renovar Multishow

TV

Fora de Hora tem que continuar como podcast no fim da pandemia

Entretenimento

GloboNews faz mea culpa após discutir racismo apenas com pessoas brancas

TV

Guerra de liminares e Ratinho comentarista: Paulo Andrade lembra Paulistão no SBT: “Era muito louco”

Esportes

Publicidade
Assine nossa newsletter

Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Connect
Assine nossa newsletter